carros-com-sinistro-copiloto-seguros

Como identificar carros com sinistros e evitar ser enganado na compra

O momento de comprar um carros usados é sempre delicado.

 

Pessoas com menos experiência e sem conhecimento sobre veículos não têm a precisão exata para saber se há carros acidentados entre tantos outros. É comum que esses modelos vendam cerca de 20 ou 30% mais baratos, mas é preciso que o potencial comprador esteja ciente do que quase nunca acontece.

Portanto, é importante aprender a identificar carros danificados para não se iludir e comprar um veículo da maneira que quiser, mesmo considerando o fato de que ele está sendo usado.

Carro danificado: você sabe o que é?


Carro Acidentado é o termo utilizado para descrever o veículo acidentado (previsto no contrato). É este carro que foi vítima de danos estruturais reparáveis a que chamamos danos parciais.

Mesmo um dano significa a materialização do risco, ou seja, é o incidente que está descrito na apólice que está na prática ocorrido.

Esses incidentes devem constar da apólice de seguro, documento emitido pela seguradora para formalizar os termos de proteção do veículo contra riscos.

Portanto, em caso de sinistro do veículo, a seguradora é acionada e paga a indenização de acordo com esse Dano, desde que seja inferior a 75% do valor de mercado.

Como saber se o carro está danificado?


A primeira e mais importante dica é analisar cuidadosamente o carro antes de fechar qualquer negociação. Fazer alguns testes e estudar a história do carro pode economizar muito dinheiro.

O fato de o carro estar danificado não é necessariamente um problema. Às vezes, o reparo é tão bem feito que fica imperceptível o resultado final , mas como mencionado anteriormente, isso precisa ser avisado.

Há casos em que o carro está totalmente remendado e problemas relacionados ao alinhamento e equilíbrio não podem ser consertados, sem falar em vazamentos e defeitos na parte mecânica. Noutros casos, só porque o carro tem a coluna torta, as oficinas presumem que tenha havido PT, amortização total, se o carro já não for reparado. Para alguns leigos, o problema passa despercebido. Portanto, uma análise antes de comprar é essencial.

Consulte os tipos de reclamações que você deve avaliar:

Carros com falhas frontais


Nesse caso, a análise pode ser mais fácil. Carros danificados que sofreram uma colisão frontal provavelmente danificaram o capô. Neste caso você precisará abrir o capô e conferir se as soldas estão enferrujadas.

Verifique também se há solda entre a carenagem e o para-lama. As diferenças nas juntas são evidências suficientes de que o carro sofreu uma colisão frontal.

Há também uma solda de fábrica no ponto onde os amortecedores são fixados, que precisa ser analisada.

Os fabricantes de automóveis não têm o hábito de fazer uma solda perfeita nesses locais, mas com tintas, essas soldas tendem a ser lisas. Se você notar que eles estão um pouco mais ásperos, é um bom sinal de que um carro bateu.

Carros danificados com impacto traseiro


Esta parte do carro é considerada a parte mais provável do carro que os amadores podem fazer maravilhas na recuperação de acidentes, mas se há um lugar onde não há esperança é o pneu sobressalente.
Observe com atenção porque as manchas e amassados que o carro sofreu são muito perceptíveis.

Funciona mais ou menos como uma folha de papel: se amassar, mesmo que tente voltar ao lugar, tem marcações, assim como a peça com a roda sobressalente. Sempre remova o pneu para analisar cuidadosamente toda a área.

Pontos de solda também relatam possíveis solavancos. Além disso, a forma na qual a roda é colocada pode ser seriamente questionável: ela não pode ser oval!

Pintura contradiz o ano de fabricação dos carros


Por mais cuidadoso que seja o motorista, é impossível que a pintura de um carro do ano 2000 esteja em perfeitas condições. Às vezes é melhor se tiver um arranhão ou um arranhão, porque você pode ver os danos, mas sabe que a tinta é original.

Carros antigos com pintura muito nova e brilhante podem ser uma boa indicação disso, pois o carro foi repintado para otimizar as vendas. Pergunte ao vendedor sobre a pintura.

Leve o carro a um profissional para análise.


Aqueles que podem facilmente fazer esta análise. Se você tiver um mecânico ou encanador de confiança, leve o veículo até eles para uma inspeção detalhada.

Profissionais com mais experiência, conseguem identificar carros danificados com extrema facilidade e você não será enganado.

Se não conhece um profissional, existem alguns que fazem uma pré-inspeção para saber sua real condição, tanto mecânica quanto estética. Pode ser um final interessante.

 

Aconteceu algum sinistro e junto veio a dor de cabeça? Leia artigos que trazem paz clicando AQUI

Gostou este conteúdo compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Aviso Importante: o Site IDASRJ não retém nem uma informação pessoal ou dados financeiros de seus doadores, portanto fique tranquilo para realizar sua doação de forma segura
CNPJ: 0.465.055/0001-91