Entenda a importância e como calcular o valor do seu capital segurado!

0
Share

O seguro é essencial para um planejamento financeiro eficaz, para que você possa viver uma vida mais tranquila, mesmo diante de circunstâncias imprevistas. No entanto, é normal que os termos envolvidos na contratação deste serviço confundam quem não o conhece.

Um termo envolvido no ato de contratar um seguro é o capital segurado. É um dos conceitos mais comumente usados ​​em vários tipos de apólices. Para entender sua importância e como calcular o valor corretamente, leia o conteúdo até o final!

Afinal, o que é capital segurado?

O capital segurado é definido como o valor mais alto pago pela cobertura do contrato em caso de sinistro: acontecimentos que causam danos ao segurado no âmbito do contrato.

Ou seja, o conceito define o valor que o segurado receberá caso seja utilizada a cobertura contratual. Por exemplo, de acordo com o tipo de sinistro, é normal que a indenização paga pela seguradora seja uma parte do capital segurado. Portanto, é necessário estar atento ao conteúdo do contrato.

O capital segurado é muito importante porque é o centro das operações de seguro. Preveem o estabelecimento de um contrato entre duas partes: por exemplo, uma seguradora e uma pessoa física.

Portanto, se ocorrer alguma das condições da apólice de seguro, o segurado poderá receber indenização de acordo com o disposto neste documento.

Vale ressaltar que o valor dos pagamentos pelo respaldo do seguro não leva em consideração apenas o tamanho do capital segurado. Ou a expansão da cobertura do contrato ou a franquia necessária para acionar o seguro. Portanto, de acordo com o patrimônio, muitos outros fatores precisam ser considerados.

Por exemplo, além de tempo de habilitação, aqueles que contratam seguro de automóvel também tem avaliado sua idade, sexo, as áreas em que mais trafega, o uso do veículo, o modelo e o ano. Se, de acordo com os parâmetros da seguradora, os dados pessoais do segurado representam um nível de risco acima da média, o valor do seguro é maior para compensar uma maior chance de sinistro.

A mesma lógica se aplica ao seguro residencial, de vida e a outros. Sempre que houver uma chance maior de sinistros, maior será o valor pago.

Entenda a importância e como calcular o valor do seu capital segurado!

A fórmula varia de acordo com o ativo que está sendo protegido, então vale a pena revisar como o seguro mais comum no mercado faz isso.

No seguro de vida, o cálculo é baseado na renda do segurado e seu padrão de vida atual. A existência de dívidas não liquidadas, financiamentos e empréstimos também são contabilizados. Além disso, é avaliado o número de dependentes e se a responsabilidade financeira por eles é compartilhada com outras pessoas.

Portanto, em média, o capital segurado de uma apólice de seguro de vida é geralmente equivalente a um montante suficiente para manter as despesas da sua casa no mesmo nível de conforto que seu padrão de vida atual por um período de 3 a 10 anos.

Por isso é tão importante saber calcular o seguro de vida, porque a indenização a pagar é fundamental para manter a conta em ordem em tempos difíceis.

Desta forma, o beneficiário do seguro poderá cumprir com tranquilidade todas as obrigações pendentes e se recuperar financeiramente, de forma a continuar a vida da melhor maneira

Em termos de seguro projetado para proteger ativos, os cálculos teóricos são mais simples. Em primeiro lugar, é impulsionado pelo valor do bem nas atuais condições de mercado. Assim, por exemplo, no seguro de automóveis, o valor utilizado como referência é o valor utilizado na tabela do FIPE, que é uma ferramenta que representa o valor médio pago por um determinado modelo.

Conheça o melhor plano educacional do Brasil – IBETP

Aviso Importante: o Site IDASRJ não retém nem uma informação pessoal ou dados financeiros de seus doadores, portanto fique tranquilo para realizar sua doação de forma segura
CNPJ: 0.465.055/0001-91